Assisti: Vinte Cinco, Vinte Um

em terça-feira, 5 de julho de 2022

Olá metamorphyos! Como vocês estão?! Hoje vamos falar um pouquinho sobre o dorama Vinte Cinco, Vinte Um. Então, puxa a cadeira, pega um xícara e vem comigo!

Twenty Five, Twenty One

Com estreia em março deste ano - 19 de março - trazida pela nossa vermelhinha Netflix, Vinte e Cinco, Vinte e Um (no original Twenty Five Twenty One) é um dorama coreano dirigido por Jung Ji-Hyun.


Título Original: Twenty Five Twenty One

Título Traduzido: Vinte e Cinco, Vinte e Um

Estreia: 19 de março de 2022

Direção: Jung Ji Hyun

Roteiro: Kwon Do Eun

Gênero: Drama, Romance

Episódios: 16

Elenco: Nam Joo-Hyuk, Kim Tae-ri, Bona, Choi Hyunwook, Lee Joo Myung, Kim Youngsun


Como um dos doramas em alta de 2022, acompanhamos a história de Na Hee-do (Kim Tae-ri) e Baek Ye-jim (Nam Joo-hyuk) vistas através das memórias escritas de Na Hee-do quando sua filha encontra
seus diários.


Começamos nossa história nos dias atuais. A filha de Na Hee-do deseja desistir do ballet e isso gera um conflito com a sua mãe a fazendo passar alguns dias na casa de sua avó. É assim que ela encontra o primeiro diário.


A narrativa do passado se passa em 1998, após um crise financeira que houve na Coreia. A Jovem Na Hee-do, estudante do segundo ano e atleta esgrimista, se vê tentando achar um solução para continuar seu sonho de competir já que seu colégio fechou as portas do clube de esgrima devido a crise.

Perseguir o sonho de se tornar uma grande atleta também a coloca em um outro sonho, alcançar sua ídolo Ko Yurim (a cantora Bona da banda Cosmic Girls) que estuda no colégio em que ela tenta se transferir e atual campeã mundial de esgrima.


Claro que temos de ter o par romântico. É aqui que entra Baek Ye-jim. Ele é um jovem que veio de uma família rica que acabou perdendo tudo devido a crise. Com uma família dividida ele tenta arrumar um emprego e se manter ajudando sua família.


A trama flui de modo dinâmico, fazendo com que nos envolvemos com os dramas das personagens.


Vinte e Cinco, Vinte e Um nos passa diversas mensagens: termos sonhos é uma base para nos manter impulsionados e, o quanto damos duro e nos sacrificamos para alcançar o que queremos depende muito de nós mesmos. É motivados ver o treinamento e a evolução da Na Hee-do metamorphyos! É árduo e sacrificante, não são apenas vitórias em seu caminho e também, houveram diversas coisas que ela teve de abrir mão.


A amizade, relações familiares e o modo como tratamos as pessoas são pontos também bem levantados. Nem sempre nossa família vai nos apoiar como queremos, ou será a mais estruturada ou fácil de lidar. Outras vezes tomar atitudes são dolorosas para o bem estar de todos. Amizades boas que nos apoiam também mudam nossa forma de ver o mundo. Falar o que é preciso, mesmo que não seja o que a pessoa queira ouvir no momento também é ser amigo se isso for para o bem do outro. E pesas o modo como tratamos quem está a nossa volta afinal, ninguém sabe como ou o que você está passando e nem a gente na vida do outro. Salvemos aqui uma palavra bem legal: empatia.

E não menos importante, Vinte e Cinco, Vinte e Um nos faz ver como o tempo a maturidade nos levar a ver as situações e outro de modo diferente; como a maturidade muda nossas ações diante de algo. Nem sempre o que queremos é do modo que desejamos, nem sempre quem amamos podemos ter. Amar, tanto com laços familiares, fraternais e românticos, exige muito de nós, sobre amadurecer, sobre respeitar e entender o outro.


Massss, aqui vai o meu "porém, contudo, todavia" que a maioria dos dorameiros que viram esta série irão concordar comigo. Para mim, seria um dorama de no 10 fácil, mas acho que o finalmente, aqueles 20 minutos finais pecaram. Faltou sabe? Faltou algo na verdade, a cereja do bolo. Não digo do casal ou qualquer coisa, mas ach oque faltou um envolvimento final dos demais personagens no tempo presente. Porém não tira o mérito da trama e vale sim dar a chance metamorphyos.


Agora me contem: vocês já assistiram Vinte e Cinco, Vinte e Um? O que acharam? Vão dar uma chance? Comentem comigo!


Beijos e até!


Bru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!

Topo