O que Aprendi com um Braço Quebrado

em quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Olá metamorphyos! Como estão por aí?! Do lado de cá estamos melhorando e voltando a colocar a casa em ordem. Mas, o post de hoje é pra compartilhar com vocês um pouco do que aprendi estando com o braço quebrado. Então, puxa cadeira e senta que lá vem história!
O que aprendi com um braço quebrado
Se vocês seguem o blog lá no Insta - se ainda não, clica aqui e segue a gente - viram que postei sobre esta arte que arrumei: consegui uma fratura exposta no braço direito que rendeu belos 10 parafusos, 2 placas e 1 cabo.

Eu nunca havia quebrado nenhuma parte do corpo na vida, eu fui uma criança comportada. A gente acha que quebra algo e vai engessar, ao menos era isso que eu imaginava. Então eu descobri que por causa da fratura exposta e por ter de operar, colocar essas coisas todas dentro do braço, o bonito não seria engessado!

Daí já passamos pra outro medo: teria de colocar ou não a gaiola externa? Por sorte, não precisei, fiquei apenas com o uso da tipoia.

Quebrei o braço no dia 26 de julho, coloquei o osso de volta no lugar mas não fiz a colocação dos 'apetrechos', aqui já me rendeu uma cicatriz na parte frontal do braço. Apenas fui fazer a segunda operação no dia 1 de agosto, e aqui mais uma cicatriz na parte externa do braço, bem maior pegando a parte do cotovelo.

Essa uma semana, mesmo com o braço quebrado estava conseguindo mover os dedos e não estava tão inchado. Toda cirurgia tem seus riscos e o risco era uma infecção por conta da fratura exposta e a perda do movimento das mãos e dos dedos. Nesse momento metamorphyos, imagem qual foi o pequeno e leve desespero que me bateu.

Tudo deu certo, só a agradecer! Apesar de ter voltado muito 'louca' da anestesia geral. Porém, no mesmo dia da operação meu braço e minha mão já pareciam massas sovadinhas de pães em crescimento de tão inchado que ficou! Isso eu também não sabia que aconteceria kkkk Foram semanas pra desinchar - hoje ainda está inchadinho comparado ao outro braço mas super de boas.

Não sei o que dizer pra vocês das primeiras semanas: braço inchado, operação, cicatriz, pontos, dor, muita dor, falta de mobilidade, braço sem obedecer... É frustrante, me deu desespero, chorei horrores.

Mas nesse período, tirei os pontos e a cicatrização foi melhorando apesar de uma complicação que tive do corte mas tudo ok. Fui finalmente liberada pra fisioterapia.

Metamorphyos, alguém me explica o nível de dor de fisioterapia. Dói mas, é uma dor 'boa' porque o resultado é absurdo se fizer tudo certinho e os 'deveres de casa'. Em duas semanas e meia que estou na fisio não sei dizer o quanto tive progressos. O quanto isso volta a te dar aquele 'up' e faz você voltar a se sentir capaz.

Então vamos a uma lista do que aprendi:
  • Paciência: com o tempo que seu corpo pede, com você mesmo e com as pessoas a sua volta que estão te ajudando.
  • Um dia de cada vez: não adianta, vai ter um monte de coisas que você não conseguirá fazer hoje mas que com pequenas melhoras diárias logo você fará novamente.
  • Dormir: uma saga, acho que uma das piores coisas, não há uma posição confortável e cada dia você terá de fazer um malabarismo novo para conseguir dormir. Isso se você conseguir dormir no início. teve semanas que troca o dia pela noite.
  • Mudanças de tempo: variações de temperatura/chuva são dolorosas... Realmente dolorosas.
  • Disciplina e foco: quando a recuperação começa é preciso fazer tudo certinho, desde os cuidados as atividades.
  • Cabeça: eu particularmente no início me senti muito mal, de achar que não ia ter conserto. É preciso manter a cabeça se não tudo desmorona.
  • No pain, no gain: e nem é pra virar 'monstro', mas como falei de fisio, sim vai doer, fortalecimento também dói mas, como falei, vai valer a pena quando você começa a ver os resultados.
  • Valorize as ajudas: eu falei ali em cima pra ter paciência com quem irá te ajudar e, bom, valorize as pessoas que estão te ajudando. Seja em casa, da família, amigos, no serviço: valorize e agradeça ok? Pois nem sempre é uma obrigação dessas pessoas <3
É isso metamorphyos, falei muito, nem sei se é interessante pra vocês kkk Mas é isso, queria abrir o coração com vocês <3

E vocês metamorphyos? Já quebraram alguma parte do corpo? Como foi a experiência de vocês?! Me contem!

Beijos, Bru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!



Topo