Segue a gente lá no Insta!

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Assisti: Errementari - O Ferreiro e o Diabo

  Salve metamorphyos, como vocês estão?! Depois de muito tempo, finalmente um filme de terror que conseguiu me manter vidrada do início ao fim. Um terror, na minha opinião, inteligente e sugestivo que faz com que pensemos nas nossas atitudes e nos nossos próprio demônios interiores. Continuem comigo para saber o que achei de Errementari - o Ferreiro e o Diabo.
Título Original: Errementari - El Herrero y El Diablo
Título Traduzido: O Ferreiro e O Diabo
Diretor: Paul Urkijo Alijo
Lançamento: 12 de Outubro de 2017
Duração: 98 minutos
Gênero: fantasia, suspense, terror
Elenco: Eneko Sagardoy, Gorka Aguinagalde, Itziar Ituño,
José Ramón Argoitia, Joxean Bengoetxea, Kandido Urunga,
Maite Bastos, Uma Bracaglia, Zigor Bilbao

"Baseada numa fábula do folclore basco, a história se passa
na Espanha de 1833, durante a Guerra Carlista. Num pequeno
povoado, vive um ferreiro tão mau que é temido até pelo
Diabo. Certo dia, uma menina órfã vai xeretar na sua cabana
e descobre que mantém um demônio aprisionado."

  Apesar de achar que a própria sinopse do filme acaba por estragar um pouco as surpresas do seu decorrer, Errementari foi um filme que me surpreendeu positivamente e foi um daqueles que fui assistir meio despretensiosa logo que apareceu no catálogo da Netflix.
  O filme nos apresenta uma boa fotografia e ambientação para a época representada. As cores frias e escuras nos transportam para o lado mais obscuro da coisa, aos contos de fadas medievais,  a partir do momento que o próprio título cita o Diabo.

  A história e inteligente e 'redondinha', ela envolve e prende. Ela apresenta o ferreiro, Patxi, como um monstro, o que reforça o início do filme onde vimos que o mesmo havia sido fuzilado para morrer e acabou por levantar como se nada o tivesse ferido.
  Anos se passaram e de volta a sua cidade natal, e Patxi vive recluso em sua casa. Não que isto fosse algo muito difícil afinal, as pessoas o evitavam.

  Entra em cena então, nossa pequena criança, Usue, uma órfã que vive aos cuidados da Igreja local e que é vítima de chacota das outras crianças pelo motivo o qual levou a morte de sua mãe.

  O destino com aquele jeitinho dele tratou de cruzar o caminho de ambos. Neste momento, percebemos que o 'monstro ferreiro' não era bem o monstro da história mas, um demônio realmente habitava aquela casa.
Patxi - o Ferreiro
  Na primeira parte do filme talvez vocês possam achar um pouco monótona, mas ele se desenrola a partir deste encontro afinal, o vilarejo não esperaria de braços cruzados o regresso da menina se ela estava nas mãos do ferreiro não? Neste momento temos um novo personagem na história que ajuda a promover essa 'caçada'.

  Sobre o nosso demônio aprisionado posso dizer que amei. Não foi apresentado um demônio forçado cheio de efeitos especiais mas sim, uma bela maquiagem e atuação. Aquele demônio caricato que não é o próprio Diabo e sim um de seus serviçais. Eu não sei se é correto dizer isso metamorphyos, mas cheguei a ficar com pena dele em certos momentos rsrs e o seu desenvolvimento torna um pouquinho difícil não se afeiçoar por ele.
  O desfecho do filme não é o que podemos chamar de feliz em todos os aspectos mas um final justo, honroso e talvez até doloroso de se interpretar. E nesse desfecho tive minhas dúvidas se ferreiro e demônio não acabaram por criar algum vínculo. Vínculo este que o próprio demônio acaba por citar em certo momento que gostava de Usue.
  Fui procurar mas não encontrei a fábula original no qual o filme foi baseado mas nos faz pensar sobre bem e mal, céu e inferno e o que oferecemos em troca do que queremos. Como desejos e pactos são cobrados e como essa história mostra que mesmo demônios tem suas regras que não podem ser quebradas; como nós humanos podemos ser tão perversos e crueis.

  E vocês metamorphyos? Já assistiram Errementari? Já haviam ouvido falar? O que acharam? Concordam ou discordam do que achei? Conhecem a lenda basca citada? Me contem!

Beijos e até!

Bru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!