quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Resenha: The Heart of Betrayal

   Olá, metamorphyos! Dando continuidade à nossa leitura da trilogia Crônicas de Amor e Ódio, trago pra vocês as minhas impressões do segundo livro: The Heart of Betrayal. Vem comigo! <3

   The Heart of Betrayal (O Coração da Traição, em uma tradução livre) é o segundo volume da trilogia Crônicas de Amor e Ódio, da autora Mary E. Pearson, e ele foi trazido para o Brasil pela editora Darkside em 2016. Vocês podem conferir a resenha do primeiro livro aqui. Tentarei minimizar os spoilers, mas como o livro inicia exatamente a partir do final do primeiro com uma sequência direta de eventos, algumas informações serão inevitáveis.


"Nós tivemos um terrível começo... isso não significa que não podemos ter um final melhor."

Mapa no interior do livro.
   The Heart of Betrayal começa exatamente onde The Kiss of Deception parou. No mesmo instante, como se um livro se emendasse ao outro, o que nos deixa num ritmo frenético pra continuar logo a história e saber o que aconteceu com Lia, Kaden e Rafe.

   Lia estava me irritando um pouco antes do final do livro anterior, mas assume uma postura muito mais forte, decidida, corajosa na conclusão e, assim, inicia o segundo livro. Não mais a ingênua e doce Lia que fingiu ser uma atendente de taverna em uma bela cidade do interior para não ser forçada a um casamento fadado à infelicidade em nome da obrigação. 


"Um sacrifício sempre lembrado. Nunca esquecido. Nós vivemos mais um dia."

   Lia, vocês devem se lembrar, é a princesa Arabella Celestine Idris Jezelia, da família real do reino de Morrighan, que fugiu do casamento proposto como aliança política com o reino de Dalbreck. Devido à sua fuga, o príncipe de Dalbreck se põe atrás da noiva rebelde ao mesmo tempo em que o reino bárbaro de Venda coloca um Assassino e uma sentença de morte sobre a jovem. O interessante é descobrir qual é qual. Pelo menos esse mistério vou manter escondido de vocês.

   Em The Heart of Betrayal, Lia, que havia sido anteriormente sequestrada, é levada pelo Assassino à Venda para que o Komizar, líder do reino, decida o que fazer com ela, contrariando a ordem inicial de matá-la no ato. A princípio o Komizar fica contrariado diante da desobediência do Assassino, mas logo começa a pensar em formas de tirar proveito do cárcere de Lia.

"[...] às vezes, ganhar não é uma questão de conhecer as regras, mas sim de fazer
com que seu oponente ache que ele as conhece melhor do que você."

   A prisão em Venda é desesperadora para Lia, mas é também uma jornada de autoconhecimento. Não mais a menina que foge das suas obrigações, agora ela é Jezelia, uma mulher cheia de truques na tentativa de se manter viva dia após dia. Ela descobre pouco a pouco sobre o povo de Venda, os bárbaros de quem sempre ouviu falar, e se surpreende com o choque de culturas e realidades: são pessoas iguais à ela. Além disso, seu dom está cada vez mais forte e importante na trama.

   O romance que existia no primeiro livro foi posto de lado em grande parte, o que pra mim foi ótimo, mas para os fãs de cenas fofinhas do casal pode ser um ponto negativo. No entanto é de se entender que na luta diária para se manter viva, incólume e sã não pode existir muito espaço para um casal apaixonado.
"Mais três dias. [...] Quando você achar que está o fim de sua corda, dê a si mais três dias.
E então mais três. Às vezes, você vai descobrir que a corda é mais longa do que você pensava."

   The Heart of Betrayal retrata bem o nosso preconceito e estranheza diante de um povo diferente, de uma cultura diferente, de costumes que não são os nossos. Tudo o mais parece errado, enquanto somos os únicos certos. Lia teve sua liberdade restrita, foi usada e tratada como menos do que uma pessoa, mas descobriu-se em meio ao caos, ao medo e ao desespero. No mínimo, uma bela reflexão.

    A edição, como vocês devem ter reparado pelas fotos, está lindíssima, mas preciso criticar a tradução e revisar. Não gostei da qualidade da tradução, encontrei alguns erros que me incomodaram e a revisão também deixou a desejar em pontos básicos como erros de digitação. Não chegou a atrapalhar a minha leitura, mas eles estão lá.

   Se você gosta de fantasia, heroínas girlpower, histórias envolventes, cheias de reviravoltas e surpresas e uma dose de romance, então esse livro foi feito pra você. Se ainda estiver na dúvida, sugiro que dê uma chance de se apaixonar por essa trilogia!

The Remnant Chronicles (Crônicas de Amor e Ódio)
#2 - The Heart of Betrayal
#3 - The Beauty of Darkness


Autora: Mary E. Pearson | Editora: Darkside
Ano (primeira publicação): 2015 | Páginas: 402


   Metamorphyos, espero que tenham gostado! Me contem nos comentários o que acham da trilogia e desse segundo volume! <3

Beijos e até!


Um comentário:

  1. Estou louca para ler essa trilogia, mas ainda não tive coragem de comprar haha tem tantos na tbr que nem sei por onde começar. Mas amei a resenha e um beijo!

    ResponderExcluir

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!