sábado, 21 de outubro de 2017

Jogo: Alan Wake

  Olá metamorphyos! Como vocês estão?! Hoje amos falar de mais um game de terror: Alan Wake. Se você ainda não conhece esse jogo vem comigo, pois lhe garanto que você irá ter ainda mais medo do escuro.

  Na década de 70 havia um famoso escritor chamado Thomas e ele foi passar alguns dias de férias e em busca de inspiração para seus livros. O local escolhido era Bright Falls. Um belo lugar, mas nem tanto quando coisas estranhas aconteciam.

  O motivo desses acontecimentos era o lago Cauldron Lake que possuía energias misteriosas que fazia com a criação de pessoas talentosas ganhasse 'vida'. Thomas era esperto e notou isso. Logo , então, parou de escrever. Porém, certo dia, sua esposa desapareceu no lago e dias após foi dada como morta.
  Seu assistente teve a brilhante ideia de incentivá-lo a escrever para traze-la de volta à vida. Resultado correto, mas sua esposa não era a mesma a la cemitério maldito mesmo e ela induzia-o a escrever terror e mais terror. Ok, isso não estava certo, metamorphyos, e foi aí que Thomas descobriu sobre a força que atua no lago. A partir daí ele começa a fazer de tudo para destruí-la, mas sem sucesso. Vendo como única solução sua própria morte, colocando fim em tudo com um vulcão em erupção. Mas isso não seria o bastante...

  Nossa Bru, quanta coisa! Mas calma, porque é agora que o jogo vai começar!
  Antes de morrer ele escreveu uma última parte de sua história, falando do nascimento de um homem cujo nome seria Alan Wake e que ganharia um interruptor de luz de sua mãe, este seria para enfrentar 'o monstro do escuro'. Thomas também escreveu que Alan iria para Bright Falls - e aí, metamorphyos, vocês começam esse belo jogo! - para destruir a Presença Negra.

  Alan realmente acaba por existir e, como coincidência ou não, ele também é casado e escritor e vai para o local com sua esposa, que também é artista. Ela, por sua vez, não gosta do escuro e quando estão hospedados algo sai errado e Alan a vê afundando no lago.
  Durante o jogo você irá enfrentá-la tentando finalmente destruí-la. Mas saiba, como todo bom jogo de survivor horror, não será fácil. Espere por cenários tensos e sombrios onde a Presença se manifesta de diversas formas. A Presença é tão filha da mãe que ela consegue manipular os artistas para que criem coisas a seu favor. Ela é quase um deus do caos no local!

  A coisa é tão complicada que ela também consegue possuir objetos e pessoas, deixando-as em um 'escudo' (os Takens) de sombra que os protege contra danos de armas por exemplo olha que coisa legal! sendo sua única fraqueza a luz. Somente após a luz tocar os inimigos é que você consegue usar as armas tradicionais.
"Venha para a luz Carolyne."
  Espere por ação, sustos e puzzles. Tudo isso enquanto você precisa destruir a presença e encontrar sua esposa.

  É uma história confusa? Demais, e o final pode lhe deixar com um nó na cabeça. Mas que pra tudo há um equilíbrio, luz e trevas e isso um ciclo sem fim.
Título Original: Alan Wake
Título em Português: Alan Wake
Ano: 2012
Produtora: Remedy Entrertainment Ltd.
Fabricante: Microsoft Game Studios

   De modo geral a história ocorre de modo linear, para a época de lançamento a jogabilidade era ok. Como disse, os cenários eram bons e transportavam você diretamente para a ideia do jogo. Porém, apesar da história interessante, ele não foge muito do tradicional do terror, lembrando muitas vezes o clássico Alone in the Dark.

  E vocês, metamorphyos?! Conheciam Alan Wake? Chegaram a jogar? Ficaram curiosos? Tem alguma teoria sobre o fim do jogo?! Me contem!

Beijos e até!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!