segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Assisti: Pequeno Demônio (Little Evil)

  Olá metamorphyos, como vocês estão?! Vocês já assistiram Little Evil ou Pequeno Demônio, filme que estreou mês passado no catálogo da Netflix, e vai diretamente em contrapartida a minha, não tão boa, opinião sobre Death Note. Então, vem saber mais desse filme com uma boa dose de humor negro.

  Little Devil teve sua estreia no dia 1º de Setembro no catálogo da Netflix. Daqueles filmes que você assiste bem despretensiosamente mas que acaba sendo melhor do que você espera.

   O filme conta a história de um vendedor imobiliário que se muda ao casar-se com Samantha que entra no padrão de 'mulher dos sonhos' de filmes. Além de se casar com ela, Gary se torna padrasto de Lucas.
Emprego dos sonhos, casa dos sonhos, esposa do sonhos... enteado... bom, a gente tenta!

  Bom, Lucas não é um menino muito do normal. Ele é extremamente quieto e tem atitudes no mínimo questionáveis. Atitudes que fazem Gary se questionar ainda mais quando um reverendo famoso se muda para cidade procurando uma sede para sua igreja crente de que o anticristo esteja na cidade.

  Gary passa a frequentar o grupo para padrasto da escola de Lucas e juntamente com os demais pais ele tenta melhorar seus relacionamento  com o garoto apensar de não funcionar tão bem assim. E, no decorrer do filme as coisas só vão piorando: desde uma festa de aniversário inesquecível com um palhaço pegando fogo ao próprio início do filme onde Lucas enterra Gary.

  Descobrimos também que a concepção do garoto não foi nas situações mais tradicionais e que o desfecho da história fica nas mãos de Gary, aonde em determinado ponto faz com que você se questione se Gary também é uma pessoa boa.
Criança criativa!
  Como disse, espere um filme mais voltado para humor negro do que propriamente um terror. Apesar de corrido o filme, ele consegue fluir bem, de modo descontraído e consegue arrancar risadas. Se você for uma pessoa moralmente correta não assista ou talvez você não simpatize com o fantoche bode do mal amigo de Lucas não é?! Estamos falando aqui de uma criança que pode ser o próprio filho do demônio e bom, Lucas faz jus a isso.
Esse bodezinho simpático.
  O filme também nos entrega personagens secundários carismáticos. E nos mostra que relações lapidadas podem sim melhorar e que no final, todos nós temos escolhas em nossas vidas, sejam escolhas que nos fazem pessoas melhores ou piores.
Título original: Little Evil
Título traduzido: Pequeno Demônio
Lançamento: 1 de Setembro de 2017
Duração: 95 minutos
Diretor: Eli Craig
Gênero: terror, comédia, suspense
Elenco: Evangeline Lilly Adam Scott Bridget Everett Owen
Atlas Kyle Bornheimer Chris D'Elia Donald Faison Carla Gallo
Tyler Labine Brad Williams Clancy Brown Sally Field 

 
"Gary (Adam Scott) é um homem que consegue se casar com
a mulher de seus sonhos. Ainda por cima, ele tem a sorte de se
tornar padrasto de um adorável menino de seis anos (Owen Atlas).
O problema é que Gary descobre que o filho de Samantha
(Evangeline Lily) pode ser o anticristo."
  E vocês metamorphyos, já conferiram este filme? O que acharam? Ficaram curiosos? Conhecem algum outro filme parecido com este? Me contem!

Beijos e até!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!