segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Resenha: O Inimigo de Deus

   Olá, metamorphyos! Tudo bem com vocês? Hoje vamos de resenha, dando seguimento com o segundo livro das Crônicas de Artur, O Inimigo de Deus - Bernard Cornwell. Esse é um dos trabalhos mais aclamados do mestre, vale a pena dar uma conferida!

   O Inimigo de Deus é o segundo volume da trilogia As Crônicas de Artur, do autor britânico Bernard Cornwell, e conta, à sua maneira, a história de Artur (o famoso rei, rs). Segue o gênero de ficção histórica, ou seja, se utiliza de um cenário histórico com uma extensa pesquisa sobre o povo britânico muito antes do surgimento da Inglaterra, no período da invasão dos saxões, que dominaram a região posteriormente até que toda a região fosse basicamente povoada por eles.

   O segundo livro vai dar continuidade à história do Derfel, nosso protagonista tão querido e carismático, e aos eventos que ocorrem no exército de Artur e no contexto histórico. A história é narrada, novamente, em primeira pessoa pelo próprio Derfel, um leal soldado e amigo de Artur, que já no Inimigo de Deus conquistou honra, posses e uma posição muito respeitada como guerreiro.
"Nunca entendemos o que os cristãos queriam, mas o que poderíamos
ter feito se entendêssemos? Eles nunca iriam aceitar algo além da vitória total."

   Tentando sempre agradar a todos e se manter neutro em questões sociais, religiosas e mundanas, Artur acaba conquistando uma grande quantidade de inimigos que querem vê-lo pelas costas. Ainda que seu poder político seja inegável e seu exército seja unido e imbatível, as disputas religiosas tornam-se insuportáveis.
   O catolicismo está ganhando força e seguidores fiéis e fanáticos que proclamam publicamente seu ódio pela antiga crença céltica. O padre Samsum, em especial, é um personagem detestável e irritante, movido pela ganância e pelo ódio, disposto a qualquer artimanha para obrigar Artur a esmagar a fé ancestral do povo. Do outro lado do embate religioso temos Merlin, nosso já mais do que conhecido mago, que tem uma personalidade completamente diferente sob as mãos de Cornwell.
"Seremos amigos até a morte."

   Merlin é um sacana, vou ser bem sincera. Não dá para saber ao certo se gostamos ou detestamos a figura dele, que oscila entre o sábio, o louco, o amigo, o pai e o inimigo. Essa personalidade ambígua que serve a propósitos próprios é muito interessante e nunca sabemos o quê que ele vai aprontar em seguida. Nesse mesmo estilo, porém já melhor delineado nesse livro, temos a Nimue, antiga aprendiz do Merlin.
   Como desgraça pouca é bobagem, também temos a figura insuportável da Guinevere. Para quem minimamente conhece qualquer versão já contada da história de Artur, sabemos o quanto a Guinevere é uma cretina, e essa é uma das poucas coisas no livro que segue à risca o que já sabemos. Para ferrar ainda mais com o juízo do Artur, como se todo mundo já não estivesse fazendo o mesmo, ainda chegamos ao ápice do casamento entre os dois. Só posso lhes adiantar que a coisa toda não fica nada bonita e que essa foi provavelmente a versão mais cruel desse desfecho. Pobre Artur...
"Atrás de nós, Artur gritou uma palavra: 
- Por quê?"

   É impossível tecer qualquer comentário sobre esse livro que não seja maravilhoso. Quer você goste dos contos arturianos ou não, quer goste de história ou não, quer goste de batalhas ou não, o conjunto da obra é impecável e certamente te faz ter outra perspectiva sobre ficção histórica. Está mais do que recomendado.
Trilogia As Crônicas de Artur - Bernard Cornwell
#2 - O Inimigo de Deus
#3 - Excalibur

Ano: 1996 | Páginas: 518
Editora: Record
Disponível no Kindle Unlimited

   O que vocês acharam da resenha? Me contem tudo nos comentários! <3

Beijos, boa leitura e até a próxima!

40 comentários:

  1. Eu já ouvi falar muito, mas muito mesmo de todos os livros e de quanto o autor expressou de uma forma única para falar de Arthur. Até meu namorado é louco por esses livros, mas eu não tive a vergonha na cara (sim, e expressão certa é essa, rs) de ler. E sei que estou perdendo tempo, já que sei que serão livros que me marcarão a vida.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hanna! KKKK certamente você está perdendo uma grande oportunidade enquanto não lê as palavras do mestre Cornwell, rs. Mas nunca é tarde para se aventurar por tantas histórias maravilhosas que ele tem, e a trilogia do Artur é uma das menores dele! Ótimo início, rs.
      Beijos.

      Excluir
  2. Oi Amanda esse é um ótimo livro para quem curte esse gênero, eu ultimamente estou a evitar ler esse gênero, não consigo me agradar tanto mais, sua resenha ficou ótima e essa capa está fantástica.
    Bejinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgana! Que pena, mas às vezes a gente pensa não gostar e acaba descobrindo bons livros e se apaixonando. Quem sabe alguma hora você dá uma chance, rs.
      Beijinhos e obrigada!

      Excluir
  3. Não conhecia está trilogia, mas pelo estudo envolvido para escrita deve ser bom. Realmente parece maravilhoso, espero ter a oportunidade de ler.
    Sem mencionar que a edição está lindissima.

    Beijos Amanda.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Realmente há um enorme trabalho de pesquisa nas obras do Cornwell e isso é notório durante a leitura. Espero que você tenha uma excelente experiência com os livros do autor, em especial com essa trilogia. Beijos!

      Excluir
  4. Oi, Amanda!
    Mulher eu sou louca pra conhecer esse universo sobre o Rei Artur! O personagem Melin, pelo que você falou parece ser um personagem bem intrigante, gostaria de conhecê-lo!
    Também quero conhecer a escrita do autor, tenho vários livros na minha lista de desejados!
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eli! Poxa, então não espere mais! Hora de ler o tio Cornwell, né? rsrs
      Depois me conte o que achou! Espero que goste! <3
      Beijos e obrigada!

      Excluir
  5. Olá!
    Eu tenho um grande apreço por Rei Artur e quando você disse que esse livro vai contar um pouco da história dele e a forma como o catolicismo ganhou forças, eu fiquei curiosa para saber como essa história vai desenrolar, principalmente por causa do título.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila! Realmente o livro aborda bastante a questão religiosa, o embate entre catolicismo e paganismo, os deuses e crenças antigos. Espero que você goste, o universo arturiano é encantador!
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi, não tinha visto esta série da record ainda, e já gostei destas capas, e claro, por ser crônicas do rei Arthur, me interessam ainda mais.
    Bjs, rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose! Fico feliz que tenha gostado! Artur sempre desperta nosso interesse, né? Beijos!

      Excluir
  7. Olá,

    Não conhecia o livro, mas além da edição estar linda, achei a premissa muito boa, adoro o Rei Arthur então está mais do que na hora de começar a ler este livro. Adorei a resenha!

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivianne! Obrigada! Também adoro tudo relacionado ao universo arturiano! Tenho certeza que você vai gostar!
      Beijinhos!

      Excluir
  8. Olá Amanda,
    Morro de curiosidade em ler algo desse autor, mas estou tão atolada de leituras que falta tempo. Fiquei intrigada para conhecer essa história que merece tantos elogios e toda essa desgraça que parece rondar esses personagens.
    Adorei sua resenha e vou super anotar a dica.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna! Obrigada! Tenho certeza que você vai gostar da leitura. Não deixe de experimentar quando tiver um tempinho. <3
      Beijos!

      Excluir
  9. Não conhecia o livro e nem o autor e estou encantada, em que planeta eu estava? Adorei sua resenha e a possibilidade de conhecer a obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian! Obrigada! É sempre bom conhecer livros que a gente ainda não leu, né? Espero que você goste!
      Beijinhos!

      Excluir
  10. Oi, tudo bem?
    Até recentemente não tinha lido nada sobre Arthur e depois de ter lido o livro novo da Bianca Briones confesso que fiquei mega interessada em ler outras versões, e me interessei por esta do Bernard!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angélica! Esse foi o meu primeiro contato literário com Artur (já tinha visto filme, adaptações etc) e me apaixonei. Depois li outros livros, mas esse realmente tem uma visão bem diferente. Você vai gostar, certeza! Beijos!

      Excluir
  11. Boa tarde, sua resenha apresenta bem a história, esse conflito religioso fiquei curiosa pelo desenrolar da trama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marinalva! Que bom que despertou seu interesse, fico feliz! Espero que goste da leitura!
      Beijos.

      Excluir
  12. Oii! Tenho muita curiosidade sobre esse livro, uma amiga minha aaama!
    E eu gosto da temática, já li As Brumas de Avalon, mas sei que conta a história de forma bem diferente. Obrigada pela resenha. bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamiris! Sim, As Crônicas de Artur têm uma visão bem diferente das Brumas de Avalon. Amo os dois, mas são bem diferentes mesmo. Tenho certeza que você vai gostar! Beijos!

      Excluir
  13. Olá! Interessante sua resenha e a forma como aborda os temas no livro. Sou fascinada pela história central e ver uma outra versão dessa história só desperta minha curiosidade. Com certeza, vale a pena a indicação. super bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lorena! Quem não fica fascinado por Artur e suas histórias, né? O Cornwell tem uma visão ótima e cria uma trama bem interessante na trilogia, tenho certeza que você vai gostar!
      Beijos!

      Excluir
  14. Nossa, se é a obra mais aclamada do autor, já anotei o título porque pretendo conhecer Bernard em breve. Mesmo não gostando de contos arturianos e batalhas, quero conferir essa ficção histórica.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty! Acho que você vai encontrar um Artur bem diferente aqui e vai mudar de ideia, rs. Bernard Cornwell é um dos meus autores favoritos e eu tenho certeza que você vai se apaixonar por ele também.
      Beijos!

      Excluir
  15. Eu tô pra ler esse livro há um bom tempo, mas a vida acaba me fazendo ler outros que vão chegando. Porém, li o primeiro - O rei do inverno - e amei demais demais demais. Pretendo ler a continuação senão neste ano no início do próximo. E SIM, GUINEVERE É HORRÍVEL!!!!

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mia! Sim, meu deus eu odeio essa mulher com todas as minhas forças! Você precisa continuar a trilogia, menina! Vai fundo que se você gostou do Rei do Inverno a coisa só melhora!
      Beijos!

      Excluir
  16. Já ouvi falar nessa história do Rei Arthur mas nunca li e achei sua resenha bem interessante tem sua personalidade isso é muito bom,estimula mais o leitor a leitura...fiquei interessada em lê-lo bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcinha! Muito obrigada! Espero que você leia, tenho certeza que vai se encantar pela história do Artur!
      Beijos!

      Excluir
  17. Olá, tudo bem? Com interesse na história, li sua resenha de forma deliciosa. Descrever como maravilhoso é forte hein?! Mas ele também é o tamanho da minha expectativa. Espero gostar bastante como você; Adorei as fotos e saber que temos um mapa, acessório no livro que ADORO.
    Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol! Poucos livros eu descrevo como "maravilhoso", mas esse merece. A trilogia como um todo merece. Você vai entender o porquê quando ler! E o mapa é indispensável, né? Me sinto super perdida quando o livro não vem com esse extra.
      Beijos e muito obrigada!

      Excluir
  18. Oi!
    Eu gosto bastante da temática dos contos arturianos, mas não conhecia o livro ainda... Fiquei muito interessada e, pretendo ler o mais rápido possível. Amei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena! Que bom, fico feliz em despertar o seu interesse! Você que já gosta do Artur com certeza vai gostar dessa leitura.
      Beijos!

      Excluir
  19. Olá!
    Sempre leio em alguns blogs resenhas com o Rei Arthur, mas nunca parei para saber de sua história, e nunca li livros que o citassem, na verdade, não me sinto atraída por livros assim, mas quem sabe algum dia eu leia sobre.

    beijos!
    http://blogdatahis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tahis! Poxa, que pena, mas quem sabe um dia você dá uma oportunidade para a história!
      Beijos.

      Excluir
  20. OLá!
    Ando estudando Rei Arthur atualmente por causa da faculdade, então nem preciso dizer o quanto essa série me chamou a atenção, né? Confesso que pelo o nome, antes de abrir a resenha, achei que se trataria de um livro religioso, que bom saber que esse não é o caso!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carolina! Rsrs, pois é, mas o título do livro tem como explicação os conflitos religiosos que existiam na época de Artur. Muita coisa é especulação, mas o autor conseguiu montar um cenário extremamente viável ao estudar a fundo o povo daquela época, o local, os costumes e hábitos. Assim conseguimos visualizar o Artur.
      E que estudo delicioso que você está fazendo, hein?!
      Beijos, boa leitura e bons estudos!

      Excluir

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!