quinta-feira, 15 de junho de 2017

Resenha: Até o Fim da Queda

   Olá, metamorphyos! O último livro que eu li foi Até o Fim da Queda, de Ivan Mizanzuk, e vou contar para vocês o que achei! Vem comigo para mais uma resenha!



Até o Fim da Queda
Ivan Mizanzuk | Editora Draco
Ano: 2014 | 244 páginas
E-book cedido pela Editora Draco

   Daniel Farias, um escritor de livros de terror, fascinado pela história de sete jovens que se suicidaram em 1993, investiga o contexto das mortes e se depara com segredos e mais segredos sobre uma irmandade secreta relacionada ao satanismo sendo revelados. Até o Fim da Queda é o romance de estréia do escritor brasileiro Ivan Mizanzuk e traz discussões sobre a Igreja, sobre fé, demônios, pactos e salvação. Sobre poder e sobre crenças, sobre moralidade, verdades e mentiras.


"[...] sobre ver sentido no que fazia, devemos nos lembrar que todo
psicopata acha que faz algo em prol de alguma coisa,
mas seus atos saem do registro social aceitável."

   Creio que a palavra mais apropriada para descrever Até o Fim da Queda seja "diferente". O formato da narrativa é, no mínimo, ousado, especialmente para um autor iniciante. Dividido em pedaços de sonhos do personagem Daniel, uma entrevista, uma gravação, cartas e ilustrações, o autor conta sua história aos fragmentos, ora de um jeito, ora de outro. Apesar de isso dar bastante fluidez à história, também é um pouco confuso para o leitor acompanhar tantas cenas paralelas se desenvolvendo.

"Eu adoro imaginar situações em que alguém sente que está no controle de tudo,
 detendo algum tipo de conhecimento superior, mas que, na realidade,
 é tão ridículo e banal quanto todos nós - às vezes mais"

   O tema é polêmico, e o protagonista da história é cínico e, ao meu ver, bastante hipócrita em seu posicionamento durante a entrevista, que permeia a maior parte do livro. Através das cartas deixadas por um inquisidor, acompanhamos o raciocínio de Daniel Farias e suas descobertas sobre a criação e a suposta verdade sobre Eva e a serpente, bem como sobre a vinda do Dragão descrito no livro do Apocalipse. Esse formato inusitado de contar a história é instigante e, uma vez que se comece a ler, só se quer ir até o fim.

Fotos dos jovens envolvidos no suicídio coletivo. Foi feito um sorteio
pelo autor entre pessoas dispostas a ter suas fotos no livro.
   No entanto, apesar do ritmo acelerado pelo qual o autor nos conduz e da temática densa e atrevida de demônios e sacrifícios, o livro passa longe, mas muito longe de ser terror. Isso pode ser decepcionante para uns e um alívio para outros, mas o fato é que o livro mais se parece um registro documental sobre satanismo e conspirações religiosas. Creio que muito em parte por causa da formação do autor, que foi um estudioso de religiões e ocultismo, o livro tem contornos muito didáticos e históricos, retirando completamente o clima de tensão que a premissa dá a entender, deixando uma sensação de "aula".

   Não que isso seja um ponto negativo. Alguns dados trazidos são, inclusive, confirmados pelo autor como verídicos e fatos históricos ao final do livro, em um adendo onde ele explica alguns pontos. Exemplo disso são as várias ilustrações que o livro possui, algumas verdadeiros documentos existentes em museus, outras fictícias criadas especialmente para o livro. Esse tipo de informação recheia a obra de curiosidades realmente interessantes.

Suposto pacto assinado por vários demônios
   O problema aqui é a expectativa gerada pela proposta do autor. Ele vende a ideia de seu livro como um misto de terror e investigação que, a princípio, deixa a impressão de ser algo eletrizante. Mas o clima é morno, o clímax é praticamente inexistente e o autor é muito repetitivo em certos pontos. Dei três estrelinhas pela ousadia narrativa, pela curiosidade que a história instiga e pela boa intenção, mas eu esperava muito mais. Leia de forma descontraída e sem expectativas e talvez você se agrade muito mais.

   Se quiser sentir um pouquinho da ideia de Até o Fim da Queda, sugiro a leitura do conto Arcano XV, do mesmo autor, que eu resenhei aqui.   

   Gostaram da resenha? Adoro saber a opinião de vocês, me contem tudo! <3

Beijos e até a próxima!

19 comentários:

  1. Oi Amanda, tudo bem? Quando lemos a sinopse e percebemos o enredo da história realmente ela nos parece bem mais "movimentada" rs Um dos meus gêneros favoritos é suspense/mistério pois nos enche de curiosidade e nos prende até o final da história. Uma pena o livro ter decepcionado um pouco, tinha tudo para ganhar 5 estrelinhas. Gostei da ideia do material extra, faz a obra se tornar ainda mais interessante. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bom?
    Esse livro parece ser diferente de todos os outros que eu já vi e me despertou um pouco da minha curiosidade quem sabe algum dia eu leia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa que intenso, forte! Nunca li nadinha desse tipo, e confesso que fiquei curiosa para saber muito mais sobre o livro!!

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Gostei da sua resenha, a a sinopse do livro parece ser interessante não conhecia o livro. Achei sua resenha maravilhosa e muito sincera.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. me parece interessante
    mais sua resenha foi bem sincera
    a sinopse me agrada um pouco mais ... quem sabe neh?
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Amanda! Mesmo o livro não tendo um ápice e tal, a narrativa parece ser super interessante e eu gosto de livros que envolvam fatos históricos e verídicos em sua narrativa, acho que enriquece muito e dá aquele tom que ultrapassa a credibilidade da história, faz imaginar que ela é real.
    Anotei o título aqui e vi que tem no Kindle Unlimited! Tá na lista de leitura! :)
    xoxo

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adorei essa dica, não conhecia essa obra, mas os temas envolvendo temas religiosos me atraem. Gosto de ver a abordagem de cada autor.
    Ótimas considerações! Vou procurar pra baixar!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Uii, adoro livros com temática polêmica. E adoro esses livros que trazem documentos para comprovar os acontecimentos. Adorei! Já anotei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Tive uma leitura bem diferente da sua. Sinceramente, gostei bastante da maneira como o autor desenvolveu a história, achei bem legal a forma como ele fez isso. Mas claro, cada um acaba tendo uma visão diferente de cada leitura, não é?
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  10. Oiii linda, quem sabe eu gostaria de ler um livro desses, porque pelo enredo de cara podemos ver que é algo forte e sei que seria uma ótima pedida para mim, quem sabe assim eu pare de ler romances.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Obrigada por avisar que nao é um livro de terror e talvez mais um documentário. Eu já iria preferir um enredo de terror mesmo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Oie amore,

    Nossa que livro mais intenso... parece ser bem instigante essa coisa de irmandade... deu uma vontade de ler.
    Essa coisa de mistério me instiga um cadinho, vou anotar a dica por aqui!

    Beijoka!

    ResponderExcluir
  13. A sinopse deu a impressão de ser um livro bem interessante e movimentado, mas sua resenha deu a impressão de ser um livro bem confuso, acho que ficaria completamente perdida se tentasse lê-lo, me fez perceber que não seria o tipo de livro que me chamaria a atenção, mas o enredo é curioso e parece que o autor utilizou muito do seu conhecimento para escrevê-lo.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o livro, e quando li terror já ia descartar 😂
    Mas depois lendo sua impressão percebi que se trata de um suspense com um documentário.
    Vou anotar sua dica.

    ResponderExcluir
  15. Gostei da sinceridade de sua resenha. Achei muito interessante e instigante a forma como o livro é apresentado, não apenas texto, mas imagens, ilustrações e diferentes formas de narrativa... Fiquei um pouco interessada, mas por enquanto não entrou na minha lista, quem sabe mais pra frente... Beijos

    Nara Dias
    www.viagensdepapel.com

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Que diferente a apresentação desse livro, achei bem interessante. Por outro lado fiquei desanimada com o clima morno e parado da trama, livros assim não me agradam e raramente arrisco com obras assim.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá, ainda não tinha visto nada sobre essa obra...adoro quando isso acontece.

    Obras novas <3
    Já fiquei interessada.

    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Oi. achei a capa do livro linda, pena que não superou suas expectativas, creio que leiria a obra, fiquei realmente curiosa.

    ResponderExcluir
  19. Eu já tinha lido o nome desse livro em algum lugar, mas imagina algo totalmente diferente.Eu, particularmente, acho legal ver autores iniciante com narrativas mais ousadas e diferentes :) fiquei curiosa para ler, mesmo suicídio sendo um assunto que eu, particularmente, prefira não mexer. A resenha ficou ótima, chuchu! Parabéns <3

    ResponderExcluir

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!