sexta-feira, 12 de maio de 2017

Vamos Conversar: Mãe aos 14 e os 'Amigos'

  Olá metamorphyos! Como vocês estão? E essa semana só tem textão meu - desculpem. O post de hoje é daqueles puxa cadeira que gosto de fazer com vocês. Um relato meu, de experiência pessoal que também faz parte desta data de dia das mães que se aproxima. Esse texto é um relato, na verdade meio uma confissão pra vocês então, vem conferir!



  Não sei se vocês sabem, mas fui fui mãe muito cedo e lidar com as pessoas a volta foi algo meio complicado. Esse texto acabei escrevendo ano passado e não publiquei então, essa foi uma experiência minha, o modo como vejo depois de tanto tempo...

  Com 14 anos você começa a achar que é um deus, que aquele lance de 'nunca acontece comigo' é real. Você não tem responsabilidades de fato, você quer simplesmente aproveitar as coisas e curtir. Mas você não deve ser julgado como criança, você não é mais. E você começa a achar que pode ter 'atitudes de gente grande', mas o que você talvez não sabia são as consequências das escolhas que você faz a longo prazo. E, esse é um texto sobre parte da minha história e como é ser mãe solteira.

  Não tive, nem tenho uma vida ruim. Minha família sempre me instruiu mas né, 'nada acontece comigo' e aconteceu. E quando você descobre que vai ser mãe e resolve se tornar mãe as coisas mudam. Na hora passa um filme na sua cabeça pois, acho que o correto seria as pessoas se programarem para receber uma criança nova, e você não está preparado fisicamente, mentalmente e financeiramente. Por sorte, minha família sempre me ajudou muito e sou imensamente grata por isso.

Achei aqui ^^
  Mas ok, nem tudo são flores e aí a vida machuca. Você vai descobrir que há 'familiares' e 'amigos' que neste momento param por algum motivo de serem amigos e todas as coisas legais que vocês faziam juntos ou a pessoa bacana que você deveria representar para eles deixa de existir. Por algum motivo e, eu não sei o que passa na cabeça dessas pessoas, eles veem a mãe solteira como algo errado, como se fosse uma 'coisa' que precisa ser posta de lado, com preconceitos e diversos comentários desnecessários e maldosos. Você se surpreende com o que elas falam e como passam a agir num momento tão delicado em que você precisa de apoio, afinal, não é um momento fácil e você passa a precisar ser forte por dois. Eu vi pessoas que considerava muito se tornarem verdadeiros estranhos e olharem como se a gravidez fosse uma monstruosidade. Será que elas pensam que serão mal faladas por andarem com uma mãe solteira ou que você não terá capacidade de cuidar do seu filho e ficará jogando para elas?

  Um conselho que lhe dou hoje se você estiver nessa situação: abstraia, deixa ir, não fique chateada com essas pessoas, elas não merecem que você perca seu tempo se importando com elas. E, por mais que doa, eu sei que vai doer, vai ser melhor assim. Se você possuir 200 amigos, deixa ir, se eles realmente fossem seus amigos, por mais que puxassem sua orelha, estariam ao seu lado. E sabe de uma coisa, quando a criança(s) que você espera vier ao mundo e eles forem visitá-la por praxe, deixa, eles vão ver o quão errados estavam quando te julgaram e vão ver o quão forte e madura você é ao se tornar mãe. Elas precisam entender que suas prioridades agora são outras e que você vai trocar aquela balada maravilhosa por uma noite bem dormida ou por 10 minutos a mais no banho sabendo que seu filho está bem. Mas não deixe que eles a abalem novamente, não vale a pena e eu vou te dizer porquê.

Achei aqui ^^
  Desses 200 amigos, salve os 10, 5, 3 ou que seja 1 que ficar ao seu lado. Cara, nesse momento da vida eu descobri quem eram os verdadeiros amigos que valiam ouro pra mim e que dinheiro algum pagaria. São esses mínimos que vão te mostrar o que é importante. Eles não vão se importar que você está cansada o que não pode sair sempre, se sair precisará ser um programa com a criança. Eles vão te adorar mesmo que você não esteja bêbada. Vão te perguntar como seu filho está, talvez se preocupem tanto contigo quando ao bem estar dele e ficarão alegres quando seu filho começar a falar e eles virarem 'tio'/'tia' e seu filho vir correndo abraçá-los. Você vai perceber que seus verdadeiros amigos não te abandonam mesmo quando você vira mãe solteira, pelo contrário, eles vão se divertir com você, vão te aconselhar, puxar sua orelha e desejar seu bem. Por favor, pegue esses amigos e guarde-os tão bem que você não faz ideia de como daqui uns anos isso será importante.

  E mais, não se preocupe, com o tempo seu filho faz sua vida mudar ainda mais e, ele vai te trazes pessoas boas para perto também. Você irá fazer novas amizades, talvez sejam daqueles que não entendem mas no meio do caminho você descobrirá outras mães, outros hobbys, descobrirá que há pessoas que possuem um coração tão grande que além de conquistar a sua amizade conquistará a amizade de ser tão precioso e, será engraçado quando vocês se encontrarem e seu filho estiver no meio da conversa, porque ele se sente bem tratado, querido e você, mãe solteira, vai descobrir que antes de tudo, a vida lhe dá muitas provações mas que vai te retribuir de uma forma ou de outra. Mas seu filho saberá exatamente quem são as pessoas que estavam ao seu lado e que de uma forma ou de outra vão marcá-lo também. E, se um dia achar alguém com quem se casar, certifique-se que este alguém irá tratar seu tesouro como se fosse dele, e que zelara pela família de vocês.

Achei aqui ^^
  Sei que haverão dias difíceis, dias que você se sentirá péssima e o mundo vai fazer você se sentir a pior mãe do mundo. Calma, você não está sozinha, de verdade. Há tantas como nós por aí que ainda não nos conhecemos. Acontece. Mas o mais importante é que você NUNCA mais estará sozinha porque seu melhor amigo(a) está aí agora na sua barriga, deitadinho no berço ou pulando no sofá!

  E vocês metamorphyos? As mamães leitoras, passaram por situações assim mesmo que não tenham sido mães tão novas? E mesmo com uma vida 'estabilizada', rola um preconceito com mamães? Vocês tem alguma amiga que passou por isso?! Vamos conversar ^^!

Beijos e até!

38 comentários:

  1. eu fui mãe nova, aos 15. sofri muito por causa da minha familia, por ser mae solteira, muitos amigos falavam mal de mim, hoje minha filha tem 3 anos e eu conto nos dedos meus amigos.
    é complicado a situação
    https://dose-of-poetry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carla, tudo bem ctg?! É complicada a situação não é? As pessoas acabam que nos julgam demais. Mas tenho ctz que ela msm pequenina assim é a sua melhor parte não é? O melhor presente que vc tem. Mas valoriza mt esses poucos amigos que vc tem, valem ouro viu? Beijos linda e parabéns por ser uma guerreira tbm =*

      Excluir
  2. Bru, quase chorei com seu texto! Eu não sei como é ser mãe solteira e seu relato está distante da "minha realidade", mas fiquei tocada de um jeito gigante pelo amor a sua filha e pelos conselhos que você deu a meninas nessa situação. Ser mãe não é fácil e quando se é nova é mais difícil ainda, mas pelo seu texto dá pra ver o quanto você amadureceu e sua filha veio pra melhor. Parabéns e obrigada pelo relato, desde já quero te desejar um feliz dia das mães!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vic minha linda <3 Obrigada por cada palavra sua viu? Eu realmente espero que ajude em algo alguém que leia este texto e esteja precisando ^^ Concordo ctg, ser mãe acho que nunca será uma tarefa fácil, em qualquer idade haverão provações que temos de superar. Eu que agradeço pelo seu carinho sempre viu? Beijos linda <3

      Excluir
  3. Olha, por mais estável que a mulher esteja na vida, a maternidade é sempre um desafio. Claro que somado a isso você tiver que encarar olhares, comentários maldosos das pessoas tornam as coisas ainda mais complexas, mas nada como Deus para direcionar tudo e o tempo para ir encaixando cada pessoa no seu devido lugar, não é mesmo? E eles, os filhos, eles são presentes de Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marli, tudo bem ctg?! Ser mãe é uma tarefa árdua - com grandes recompensas - mas concordo, em qualquer fase da vida. Acho que vc disse tudo. Acho que Ele acaba movendo as coisas para nos 'livrar' de pessoas que não nos querem bem e nos mostrar que as que ficam são as que realmente quer ver a nós e nossos filhos bem não é? Beijos linda!

      Excluir
  4. Oi. Que lindo texto. Minha irmã mais nova engravidou aos 17 anos e nós,os irmãos e minha mãe (apesar de ter ficado chocada no início) a apoiamos. Ela terminou o último ano do Ensino Médio, porque minha mãe a apoiou e levava a bebê para mamar na hora do intervalo. Minha sobrinha foi um dos bebês mais amados da família e hoje está com 23 anos. Mas minha irmã conta que uma de minhas tias a encontrou na rua com minha mãe e não lhe dirigiu a palavra. Simplesmente ignorou sua presença. Imagino a tristeza de minha irmã nesse momento. Não sei se outras pessoas se afastaram. Minha tia sofreu muito antes de morrer. Na verdade, a pessoa só demonstra o que tem dentro de si. E se é coisa ruim, prejudica a si mesma com o tempo. Felicidades para você e seu filho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Quel! ^^ Obrigada, fico feliz que tenha gostado <3 Sim, de início é um choque mesmo, a gente nunca espera né? Mas fico feliz em saber que vocês tiveram essa atitude de apoio nesse momento da vida dela, é algo muito importante. Ela ter terminando os estudos tbm, não conheço sua mãe mas pelo que vc disse e pelas coisas que vc sempre diz aqui tenho ctz que é uma boa mãe e cumpriu seu papel com maestria ^^ As pessoas acabam sendo crueis =/ não tem pq ser assim =/ Concordo com vc sobre as pessoas mostrarem o que são. Eu acredito mt na lei do retorno sabe? Obrigada viu, e desejo td a felicidade para vc e sua família! beijos linda!

      Excluir
  5. Não posso imaginar o desafio de ser mãe tão cedo se na minha idade percebo que não tenho estruturas para ser mãe. Fico admirada e sensibilizada, mas nada me tira a sensação de que ser mãe é a melhor coisa do mundo. Fiquei tocada. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! ^^ Tudo bem ctg?! Posso te contar um segredo? Minha filha tem 11 anos e tem dias que até hj eu acho que não tenho a estrutura que gostaria de ter para ser mãe, é sempre um desafio, mas a gente muda mt qd isso acontece, então, se um dia vc vier a ser mãe, tenho ctz que se amar mt seu filho irá fazer td certo viu?! ^^ Fico feliz que tenha gostado do texto e obg pelo carinho, Beijos beijos!

      Excluir
  6. Oi Bruna! Eu não sou mãe, então não posso dizer sobre as mudanças que a maternidade traz, com propriedade. Mas eu gostei muito do seu texto/desabafo. Achei inspirador e espero que ele chegue àquelas pessoas que precisam de um abraço, um incentivo e palavras amigas. Todo seu aprendizado e crescimento foi refletido no texto, com carinho e tanto você, como todas as mães, merecem apoio, respeito e carinho! <3 Um Feliz Dia das Mães adiantado! <3
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê! Que bom que gostou <3 Eu tbm espero que ele chegue a quem precisa, pois eu confesso que na época, eu queria mt que alguém tivesse me dito essas coisas sabe? Sim, toda mãe precisa de apoio, ser mãe é uma tarefa e tanto. Mas mesmo vc não sendo mãe como vc disse, só de vc já ter essa visão já ajuda tanto <3 beijos sua linda!

      Excluir
  7. Nossa adorei seu relato,não fui mãe aos 14, fui aos 25 e já percebi que algumas amigas simplesmente deixam de ser nossas amigas,mas a maternidade é tão incrível que realmente uma.nova vida começa ali,nascemos novamente,construímos novas amizades... parabéns pelo seu depoimento ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivian, td bem ctg?! Eu tô com 25 agora rsrs e olha, 25 é uma boa idade viu?! Você já é uma mulher nem era pras pessoas se surpreenderem mas de fato, independente da idade ou da situação que esteja as pessoas tem preconceitos com 'mães' =/ mas achei lindo o que vc disse, a gente faz sim novas amizades, novos círculos, com pessoas que querem a nós e nossos filhos bem e, tem coisa melhor que isso?! Fico feliz que tenha gostado e tenho ctz que vc está sendo uma ótima mãe <3 beijos beijos!

      Excluir
  8. Eu sou filha de mãe solteira e sei o quanto o preconceito é forte. A família do meu pai sempre me olhava estranho quando eu ia pra lá, como se minha mãe fosse a pior das pecadoras e eu fosse um erro de cálculo. Não é fácil pra criança, mas dou um grande salve para as mães que deixam suas dores de lado para consolar seus filhos quando esses sofrem.
    Eu não sou mãe, mas honro muito a minha e me identifiquei demais com a sua história, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andrelúcia, td bem ctg?! Obg por se pronunciar aqui, é importante ver com os olhos do filho =) Imagino que tenha sido uma barra muito grande para a sua mãe, mas ela tinha vc e isso deve ter dado forças incríveis para ela =) Achei lindo o que vc disse sobre ela, é mt bonito viu? Afinal a gente vê tanto filho que não dá valor à suas mães =/ e não, não importa como eles olhavam para vc, você nunca foi um erro, pode ter ctz =) Vc veio pra passar uma mensagem e vc já ta passando essa mensagem de amor e compreensão que com poucas palavras aqui vc me mostrou ^^ beijos linda!

      Excluir
  9. Aposto que não deve ter sido fácil ser mãe tão nova, porque vamos combinar a maternidade é algo complicado em qualquer idade, já que ser mãe não vem como manual de instrução. Tenho amigas que foram mães solteiras e sei bem o que vocês diz sobre as pessoas virarem as costas, o que é uma pena afinal é um serzinho cheio de luz que só traz alegria a vida de quem escolher fazer parte da vida da família. Que bom que você conseguiu vencer as complicações e deu tudo certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ane! Td bem ctg?! Concordo plenamente ctg, em qualquer idade maternidade é um desafio. Por mais pessoas como vc no mundo sabia? Que lindo isso que vc disse, tenho ctz que vc é preciosa para essas suas amigas e que os filhos delas adoram vc, afinal 'tia' é sempre amada por nossos filhos ^^ beijos linda!

      Excluir
  10. Nunca passei por isso, nem conheço alguém próximo que tenha passado. Mas eu imagino o quanto deve ter sido difícil para você - e o quanto ainda é. Você é uma pessoa forte e seu filho(a) tem sorte de ter uma mãe tão incrível.
    Literalize-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gislaine, td bem?! Obrigada pelas palavras viu? ^^ Mas só de vc já ter essa consciência, tenho ctz que se acontecer com alguma conhecida vc será uma pessoa com boas atitudes ^^ beijos linda!

      Excluir
  11. Também fui mãe cedo de 13 pra 14 anos e não foi nada fácil,o amadurecimento que veio ligeiro e as consequências hoje em dia eu agradeço porque só me fez mais forte e meu casamento(com o pai da minha filha) cada vez mais forte também. Por mais difícil que pareça um dia o tempo passa e a situação melhora :)
    Feliz dia das mães afinal dia das mães é todo dia né ? hahaha Beijos

    Os Papos Femininos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dandara, tudo bem ctg?! A gente amadurece de uma forma totalmente inesperada não é? E é cada aprendizado que não tem como explicar. Eu não me casei com o pai da minha filha, mas encontrei alguém que a trata como filha <3 Mas achei lindo o que vc falou, aliás, parabéns ao seu esposo que foi pai e companheiro nesse momento! Sim, o tempo vai encaixando as coisas. Feliz dia das mães atrasado mas, é nosso dia td dia <3 tenho ctz que seu filho está num ambiente cheio de amor e que vc é uma excelente mãe <3 beijos linda!

      Excluir
  12. Oie,
    Nem imagino a barra que deve ser ter um filho com 14 anos, é preciso amadurecer rápido e abrir mão de muita coisa por esse serzinho, e passar por isso vendo pessoas que você considerava suas amigas se afastarem e te abandonarem é muito ruim.
    Mas penso que isso serve para mostrar quem você deve realmente conservar, os outros, deixa pra lá.
    Gostei muito do post.
    Beeijoo!!

    Grazy
    Meus Antídotos {meusantidotos.blogspot.com.br}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazy, tudo bem ctg?! Fico feliz que tenha gostado e sim, a gente amadurece mt rápido - apesar que já vi muitas meninas apenas terem os filhos e não serem mães de fato, é triste, a criança precisa mt - e, é um filtro, só fica quem nos deseja realmente bem não é ^^ beijos beijos!

      Excluir
  13. Eu tenho uma prima/melhor amiga que passou por isso... Eu também errei feio quanto a isso, eu julguei ela e deixei ela sozinha quando descobri que estava grávida (ela tem 16 anos). Mas depois eu abri meus olhos e vi que oq eu fiz foi ridiculo e que ela ainda precisava de mim. Ela sempre esteve comigo quando eu mais precisei e vi que também não posso deixar ela na mão! O filho que irá nascer vai ser uma bênção na vida dela, e de todo o meu coração desejo muita felicidade e amor pra compartilhar e ter um anjo pra vida toda. Ameei o texto ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aryane, tudo bem ctg?! Fico feliz que vc tenha visto a tempo, sim, ela vai precisar muito de vc ao lado dela e isso pode ter ctz que fará muita diferença. Além claro do amor incondicional que vc irá receber desse serzinho que irá nascer viu?! Você disse td, eles são anjos, e tenho ctz que vc não se arrependerá de continuar ao lado dela. Espero que vcs tenham se entendido, mas vc msm amadureceu mt nisso por ter visto as coisas com outros olhos, parabéns <3 beijos beijos!

      Excluir
  14. Eu tenho 26 anos e ainda não sou mãe, me sinto cobrada pela sociedade para casar e ter filhos, porque já estou chegando em "uma idade crítica". Tenho amigas que são casadas e ainda não são mães, e vejo as pessoas as cobrando para ter filhos logo. Tenho amigas que são mães solteiras e as pessoas as julgam por isso, como se não merecessem respeito. Vejo muito mias preconceito em relação às mães que são solteiras do que aos pais que abandonaram seus filhos e não consigo entender essa lógica, não faz muito sentido pra mim. Esses dias, vi um post no Facebook, sobre uma mãe solteira contando suas experiências no Tinder, ela tirou prints de conversas, onde os homens a julgavam por ser mãe solteira e faziam comentários extremamente desrespeitosos. Acho que a sociedade tem muito o que evoluir. Dê valor a esses amigos e familiares que continuaram ao seu lado, sem te julgar, pois estes são os que realmente merecem sua confiança. Meu comentário vai acabar virando um "textão", então vou parar por aqui. <3

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lenise, tudo bem ctg?! Ah, esse é um outro ponto que tbm merece um texto pras pessoas pensarem. O fato de vc não ser mãe, não é um escândalo tbm e as pessoas precisam respeitar isso. É sempre uma cobrança, se temos ou não temos, a sociedade nunca está 'feliz'. Infelizmente para os 'pais' a coisa fica mais leve, é fazer uma coisinha aqui e outra lá que já são super pais =/ e sim, rola mt mt mt preconceito qd somos mães solteiras e vamos nos relacionar. Pode ter ctz, amigos assim merecem ser valorizados pra vida <3 e, não se sinta cobrada, tudo no seu tempo e ao seu modo, vc é qm decide se é pra ser mãe ou não, mas o importante é essa visão incrível que vc tem das coisas ^^ beijos linda!

      Excluir
  15. Você foi mãe bem jovem. A minha tia teve minha prima aos 15, e minha mãe me teve aos 17 anos. Elas me falaram pelas coisas que passaram por terem engravidado cedo. As pessoas são muito cruéis e fogem no exato momento em que as outras mais precisam :c
    Ainda bem que você teve forças para enfrentar tudo isso <3

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru! Td bem ctg?! Elas tbm foram mães novas. A gente acha forças que nem sabemos que tínhamos, e tenho ctz que sua mãe e sua tia acharam forças em vcs <3 As pessoas são sim cruéis, e elas mal sabem que fazendo isso perdem a oportunidade fazerem parte de momentos lindos e serem amadas incondicionalmente pelas crianças não é? Beijos linda!

      Excluir
  16. Imagino a barra que você deve ter passado, aliás, é difícil imaginar, só quem passa por isso pode saber. Realmente aos 14 somos tão crianças que imaginar esse tipo de responsabilidade deve dar um medo danado. Alías, acho que em qualquer idade ser mãe exige tanto da gente e há tantas cobranças da sociedade, quando ainda se é adolescente os julgamentos são mesmo, enormes.
    Fico feliz que você tenha tido apoio dos seus pais no momento em que mais precisava. Sobre esses "amigos", é algo triste e que acontece até mesmo com certa frequência, diante de problemas as pessoas simplesmente evaporam, os que ficam, são aqueles que vale realmente a pena ter do lado!
    Adorei o seu texto <3 Você é muito forte!
    Beijos
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dai <3 Acho que qualquer idade dá medo de ser mãe rsrs são acertos e erros e um ser tão pequeno e indefeso que precisa de nós... Mas é um amadurecimento mais rápido, num intensivo. Mas depois de anos a gente vê que apesar de complicado a gente faria de novo pelos filhos. A gente tem que valorizar muito quem fica ao nosso lado e lembrar disso para que seja recíproco não é ^^? FIco feliz que tenha gostado e obrigada pelas palavras viu?! Beijos linda!

      Excluir
  17. poxa, bruna! imagino como deva ser uma situação um tanto quanto delicada... não só pra você, pela novidade de ser mãe mas também para os "amigos". e, sinceramente, é nesses momentos de dificuldade / felicidade - afinal, uma criança é felicidade - que a gente vê quem é nosso amigo de verdade.
    não sou mãe, mas minha irmã está grávida e eu sempre fui doida para ser tia. posso contar em uma mão quantos amigos ficaram verdadeiramente felizes com a notícia...
    te desejo muito sucesso, saúde e força para continuar na batalha! :) beijos

    blog vestidinho jeans

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renata, td bem ctg?! Sim, nesses momentos - acho que não apenas maternidade, mas situações mais sérias vamos assim dizer - é que vemos quem são realmente as pessoas que se importam. Ah, mas ser tia é algo mágico tbm, ainda bem que vc como irmã ta do lado dela, acho vc estar ao lado dela é mais importante do q mts pessoas. Curte mt seu sobrinho viu? Como vc disse, crianças são felicidades <3 obg pelo carinho linda, beijos beijos!

      Excluir
  18. Nem imagino como isso tudo pode ser difícil. Mas você está de parabéns por ser essa guerreira que se tornou. Gostei muito do texto. Beijos e parabéns mais uma vez.

    www.brincandodeolivia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina, td bem ctg ^^?! Fico feliz que tenha gostado e obg pelas palavras <3 beijos linda!

      Excluir
  19. Se mesmo quando uma família deseja e planeja um filho ainda é um desafio, imagino como deve ser quando não é assim, ainda mais sendo nova e solteira. Engraçado que na minha família tem tantas mães e solteiras (pensando que mãe-solteira não é um estado civil, rs) que eu cresci achando que o normal era ser mãe e solteira, você acredita?

    Beijos de luz!
    www.nataliadasluzes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natália, td bem ctg?! Pois é, uma criança pequena sempre traz grandes mudanças. Acredito sim, mas eu concordo, mãe-solteira não é estado civil rsrsrs mas ser mãe sozinha e dar conta de tudo é um baita exemplo de batalhas ganhas diariamente não é?! Beijos linda!

      Excluir

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!