domingo, 23 de abril de 2017

Resenha: Contos do Dragão - Parte 1

  Olá, metamorphyos! Como vocês já sabem, nós somos parceiros da editora Draco e eu tive a oportunidade de conhecer alguns dos Contos do Dragão, uma seleção de contos no formato digital disponibilizados gratuitamente. Eu amo contos porque são histórias bem rapidinhas e costumam surpreender bastante, então trouxe aqui quatro contos que eu analisei para apresentar para vocês! Vem comigo dar uma conferida!



  É incrível ver o cuidado que a Draco, sendo uma editora exclusivamente nacional, tem com os nossos autores. A seleção de contos é imensa e conta com vários gêneros literários - do terror ao romance - e super bem trabalhada. Todos os contos desse post são gratuitos e podem ser baixados pela Amazon. Para maiores informações e acesso ao catálogo completo, acesse Editora Draco.


A Toca das Fadas

"... foi uma péssima ideia. Mas eu nunca teria dito não. Eu te seguiria para qualquer lugar, faria o que me mandasse fazer. Você era meu general, Jack, o único deus que eu adorava. Eu o seguiria a qualquer lugar, mas você me deixou para trás."

  Qual é o preço para a curiosidade? No conto A Toca das Fadas, os irmãos descobrem que talvez o custo seja muito elevado ao encontrarem o que seria a toca desses seres misteriosos. Nove páginas são suficientes para nos fazer sentir as diversas emoções do mais puro terror: aflição, angústia e até um certo medo, eu diria. Devorei a história em menos de dez minutos e, confesso, queria mais. A escrita é fluida, rápida e instigante e valeu cada segundo que passei lendo.

  Perverter elementos infantis em temáticas horripilantes parece ser uma ferramenta infalível para mexer com a nossa cabeça.




Ninguém

"No final, ele não deixa de ter razão."

  Absolutamente angustiante é muito pouco para descrever a narrativa que Karen Alvares nos traz. Sob a perspectiva do protagonista, vivemos sua dor, desespero e suplício em menos de dez minutos e saímos dessa experiência precisando de ar para reorganizar nossos pensamentos.

  Desconhecemos os fatos que levaram o nosso narrador à sua situação atual, ao menos com precisão, mas é possível entender que algum passatempo mórbido envolvendo a Internet (ou a deepweb, provavelmente) desencadeou consequências terríveis, e, então, nos envolvemos com o terror atual do personagem.

  O conto nos faz refletir sobre o que desejamos, o que fazemos, e sobre as consequências de nossas ações. O famoso quem procura, acha.




Música em Suas Tranças


"Um bardo só podia sonhar, mas um mago saberia onde buscar a resposta."

  Um misto de fantasia e romance, o conto Música em Suas Tranças, da série Athelgard, nos envolve do início ao fim em sua trama instigante sobre a visão que Kieran tem de Anna. É recomendada a leitura prévia de Castelo das Águias para que entenda melhor o relacionamento entre eles.

  O conto é curtinho e a escrita é leve, bonita e fluida, logo nos pegamos querendo saber mais sobre as cartas de Anna e o que está se passando na cabeça do mago Kieran. 

  Confesso que não costumo gostar de romances, mas esse me chamou atenção, talvez por misturar outros elementos. Destaco também que não se trata de um romance água com açúcar, mais do mesmo. Pelo contrário, me parece algo mais construído e bem pensado. Sem dúvidas, uma ótima forma de iniciar a leitura da autora Ana Lúcia Merege.



Despertar de um Sonho

"A noite, embalada no sono, era o grande alívio do mundo. O momento em que se pode esquecer que se mora numa base nojenta, com pessoas doentes, comida racionada e uma porcaria de deserto estéril metros acima. Sonhos trazem esperança, alento e renovação das energias para mais um maldito dia. Sonhos são mundos novos para escapar do real. 
Não para ele."

  Ilio é um personagem amargurado, portador de um dom especial e problemático - sonhos e visões sobre o futuro de outras pessoas, e até de si mesmo. O conto é narrado em terceira pessoa, o que nos permite entender melhor a personalidade do protagonista e o contexto, que se passa em um cenário distópico e meio pós-apocalíptico. 

  O conto faz parte da série Metrópole e é muito bem construído, rápido. Apesar do clima de apreensão, há também uma euforia no contagiante no personagem, sobretudo próximo ao final da narrativa. 

  Despertar de um Sonho foi mais uma grata surpresa para mim.



  Então, metamorphyos, esses foram alguns dos Contos do Dragão que eu li, disponibilizados pela Draco. Vocês já conheciam esse projeto lindo? Se interessaram por algum conto? Conta pra gente!

Beijos e até a próxima!

4 comentários:

  1. Fiquei curiosa para ler a toca das fadas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tay! Esse foi o meu favorito <3
      Obrigada pelo comentário!

      Beijos!

      Excluir
  2. O conto Ninguém me deixou muito interessada, fiquei curiosa! Vou acessá-lo, agradeço bastante pelo post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daiana, fico feliz que tenha se interessado! Os contos são ótimos!

      Beijos e obrigada pelo comentário! <3

      Excluir

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!