domingo, 9 de abril de 2017

Como se Fosse a Primeira Vez

  Salve metamorphyos! Estão bem?! Perceberam que empolguei nos posts?! E calma, não se assustem com o título, não é nada disso do que estão pensando hein?! O post de hoje é sobre um filme muito bacana, meio antiguinho já mas que ainda é válido e merece um tempinho para assisti-lo. Vem saber mais desse filme!


  Como disse, não é um filme novo então, se você não viu nenhuma vez em que planeta você vive? é facinho de achar pra assistir. O filme foi lançado em 2004 com o título original de 50 First Dates (algo como '50 primeiros encontros') e aqui no Brasil como título Como se Fosse a Primeira Vez.


 Título: 50 First Dates
Estreia: 30 de Abril 2004 (Brasil)
Duração: 99 minutos
Gênero: Comédia Romântica
Diretor: Peter Segal
Roteirista:George Wing
Elenco: Adam Sandler, Drew Barrymore, Katheryn Winnick, Lynn Collins, Rob Schneider, Sean Astin
 "Henry Roth (Adam Sandler) é um veterinário paquerador,
que vive no Havaí e é famoso pelo grande número de turistas
que conquista. Seu novo alvo é Lucy Whitmore (Drew
Barrymore), que mora no local e por quem Henry se
apaixona perdidamente. Porém há um problema:
Lucy sofre de falta de memória de curto prazo, o
que faz com que ela rapidamente se esqueça de fatos que
acabaram de acontecer. Com isso Henry é obrigado
a conquistá-la, dia após dia, para ficar ao seu lado.
   O filme num todo é bem divertido, nada de exorbitante mas consegue te prender se você curte este gênero. A história consegue ser envolvente e os personagens, principalmente a Lucy, consegue ser cativante.  Logo, algumas piadinhas mais pesadas são acrescentadas mas, nada que estrague o filme ou o torne inapropriado.
  Não dá pra contar muito sobre o filme sem acabar contando o filme todo mas, posso dizer que o personagem Henry (Adam) é a clássica atuação dele (gosto muito dele mas, sempre acabo achando os personagens dele super parecidos) o que, de modo algum desmerece sua atuação. Lucy (Drew) é minha queridinha em atuação, adoro o modo como ela caracteriza seus personagens e a intensidade que coloca em cada um deles.

  É divertido e interessante ver tudo o que Henry faz para conquistar Lucy diariamente. A memória curta dela faz com que ela durma e esqueça tudo o que aconteceu no dia. E, com o decorrer do filme vemos que as coisas vão ficando mais difíceis e, a persistência de Henry faz toda a diferença.
  Podemos ver também o quanto os amigos que temos nos querem ver bem, mesmo que às vezes seja difícil, eles tentam ajudar como podem. Vemos também o quão importante é a presença e o apoio da família e, a paciência e maturidade que se deve ter para lidar com a situação.

  O desfecho do filme é encantador e vale os minutos de riso e alguns de mais sentimentalismo.

  Num geral, é aquele filme que você assiste várias e várias vezes e sempre consegue ver alguma coisa de diferente nele. Talvez possa ser algo da minha cabeça mas, acho que dá pra tirar algumas lições com ele. Uma bem interessante é lembrar de 'se apaixonar por quem se ama todos os dias'. Se vale a pena, há algum motivo, batalhe por isso.
  E, como sempre e eu não resistiria vai uma curiosidade: a história que deu origem ao filme existiu na vida real. O nome da mulher que, depois de dois acidentes passou a não se lembrar do que acontecia no dia seguinte é Michelle Philpots e, ela também se casou e continua levando sua vida. Você pode ver mais sobre essa curiosa história clicando aqui e, realmente, era digna de cinema!

  E vocês metamorphyos, conheciam o filme? Gostam dele? Odeiam? Dá pro gasto? Curtem o gênero comédia romântica? Qual o filme favorito de vocês metamorphyos?! Me contem!

Beijos e até!

14 comentários:

  1. T.T esse filme só não me fez chorar mais do que o "PS.: Eu te amo", mas choro quase como se fosse desidratar quando assisto e pior que a última vez que assisti foi numa das pausas que fazia entre as visitas de Alice na uti, aí então que chorei sem parar.

    Maaaas o filme é realmente muito bom. =) eu que sou chorona mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu tbm choro toda vez que assisto, não dá pra não amar esse filme cara. P.S. EU te amo tbm, pelo amor, é ter olhos nas lágrimas... Nem fala =/ mas agora Ali ta em casa, pode assistir de novo pra esquecer dessa última vez ruim viu u.u

      Excluir
  2. Olá, Bruna!
    Estou no grupo interative-se mas ainda não inscrevi meu blog porque estou na minha nova fase: Apenas leitora de blogs! Comecei a acompanhar o Beda e vou tentar ir até o final nas minhas visitas, logo, se tudo correr como espero você receberá meus comentários rs rs!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra, tudo bem ctg? Então, seja bem vinda ao Metamorphya e ao grupo do Interative-se (que é mt amor por sinal ^^), lá no grupo vc vai ver que tem mt blog bacana pra acompanhar. Vou ficar feliz se você puder acompanhar nossa BEDA <3 beijos e obg pelo carinhos!

      Excluir
  3. Eu adoro comédia romântica! Amo romance neh! Quantas mulheres não amam? Esse é um filme lindo com uma historia inspiradora. Já assisti ele umas 2 vezes... Os personagens do Adam sempre são parecidos mesmo, tipo parecem uma família de gêmeos hahaha Quanto a Drew, ela é realmente muito fofa! Meu filme favorito de romance é "10 Coisas Que Eu Odeio Em Você" <3
    -Kissus-
    Visite: Welcome To Dark Side

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia =D adorei o 'parece uma família de gêmeos' rsrs ah, '10 coisas que eu odeio em você', não dá pra não amar tbm, e um segredo, Patrick (Heath Ledger) já foi crush na adolescência <3 beijos linda!

      Excluir
  4. Hauhauhauha! Achei graça do trocadilho! E eu gostei desse filme quando o vi, mesmo sendo de um gênero que não me atrai tanto. Beijo Bru <3

    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaque <3 eu não resisto a trocadilhos XD ele é gostosinho de assistir até, bom pros dias de preguicinha ^^ beijos sua linda =*

      Excluir
  5. Falou em comédia romântica eu já to com a pipoquinha na bacia e esperando o filme começar rs ADORO. Esse, como vários outros, me deixou uma lição muito importante "Quando amamos fazemos de tudo para estar com a pessoa" e o Henry sabe fazer isso muito bem, passou por cada uma para finalmente ficar ao lado de Lucy. Poderia ficar falando aqui inumeras qualidades do filme, afinal acho que vou assistir de novo rs.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, tudo bem ctg?! ^^ Estamos juntas então, comédias românticas sempre caem bem não é?! Sim, essa lição é mostrada de um modo, apesar de divertido, como um exemplo de amor verdadeiro e dedicação. O filme é ótimo, sempre que vejo noto algo novo =D beijos linda!

      Excluir
  6. Esse filme é maravilhooooooso!
    Não canso de assistir, tua resenha ficou muuito boa! ♥
    beeeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tanise, tudo bem?! ^^ Tbm não me canso de vê-lo, quantas vezes passar <3 Fico feliz que tenha gostado linda ^^ beijos beijos!

      Excluir
  7. Oi Bruna, tudo bem? Sou completamente apaixonada por esse filme, tanto que comprei ele em DVD <3 Perdi a conta de quantas vezes já assisti. Sempre brinco dizendo que assisto "como se fosse a primeira vez" haha #trocadilho Aqui em casa todo mundo ama a história e os personagens. Como não se apaixonar por casinhas de waffles? haha Perceber que o amor pode ser tão lindo e capaz de tantos gestos é incrível. Mensagem mais linda do filme. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Érika! Bem e vc flor?! Amei o trocadilho! <3 sim, casinhas de waffles, é linda a msg do filme msm, a gente acredita no amor de novo, em como ele pode ser real e estar presente em gestos que a gente não faz nem ideia <3 beijos linda!

      Excluir

Olá metamorphyo! Se você chegou até aqui, obrigada por ler o post! Comente aqui o que você achou, se gostou ou não, algo que faltou, sugestões, críticas... Vamos conversar a respeito! Afinal, sua opinião é muito importante para nós. Ah sim! Pode comentar e ative a notificação; pois, sempre respondemos os comentário - normalmente aos finais de semana <3!